VOCÊ ESTÁ EM: HOME / TRATAMENTOS / Plasma de Argônio / OUTROS PROCEDIMENTOS

OUTROS PROCEDIMENTOS


Stomaphix

Somente para pessoas que fizeram o bypass gástrico ou cirugia de FobiCapella

É uma técnica de cirurgia endoscópica1, sem corte, para o controle da obesidade em pessoas que já foram submetidas à cirurgia bariátrica2.

Com menos dor, alta mais rápida, sem incisões e cicatrizes, com baixa taxa de complicações e mais rapidez na recuperação. O procedimento exige internamento hospitalar pois o procedimento apesar de ser feito através de endoscopia exige anestesia geral.

A técnica consiste em introduzir uma uma ferramenta tubular. O tecido do estômago é puxado por sucção pelo dispositivo e aproximadamente 35 prendedores em formato de “H”, são colocados estrategicamente na parede estomacal para criar pregas nos tecidos e reduzir o tamanho do órgão.

Da mesma forma como qualquer terapêutica adequada o acompanhamento com nosso psiquiatra faz parte do tratamento para controlar o quadro de ansiedade que faz você comer mais carboidratos.

Não esqueça que não existe cirurgia para tratar sua ansiedade. O tratamento medicamentoso permanente é fundamental para que após o procedimento você não reganhe peso.

Gastroplastia Endoscópica

Um novo e promissor método que já está aprovado no Brasil. Consiste em um aparelho que é posicionado por endoscopia e literalmente dá pontos no estômago em toda sua extensão transformando o estômago em um tubo. Também pode ser aplicado ao nível da anastomose (ligação do estômago novo com o intestino) fazendo com que a sensação da dificuldade da passagem do alimento que o paciente sentia logo após a cirurgia volte para pacientes que já fizeram a cirurgia bariátrica. Usualmente é feita em uma única sessão. Estudos recentes tem mostrado bons resultados com este método. Por se tratar de uma nova tecnologia, este método tem sido proposto para várias outras aplicações , inclusive a realização de um procedimento endoscópico para emagrecer pessoas que não foram operadas. 

Revisão da cirurgia

A revisão cirúrgica pode ser realizada em qualquer procedimento que o paciente foi submetido. Para tal é importante contactar os cirurgiões da clínica para que se possa determinar qual foi a cirurgia inicialmente realizada e só então podermos achar a melhor solução.

Para um número restrito de pacientes que apesar de todo tratamento imposto não apresenta perda de peso satisfatória, sugerimos uma revisão da cirurgia que basicamente consiste em um encurtamento do intestino.

Esta cirurgia revisional tem um efeito mais agressivo e permanente sobre a obesidade e vem sendo utilizada por vários centros no Brasil e Europa. Por se tratar de uma cirurgia de exceção requer um acompanhamento nutricional pósoperatório maior, o mais importante é saber que soluções sempre existem mas devem ser oferecidas por centros especializados em cirurgia bariátrica.

Se ainda tiver qualquer dúvida, por favor entre em contato com os profissionais da clínica para esclarece-las.

Para quem fez Gastrectomia Vertical ou Sleeve

Em torno de 25% dos pacientes que fizeram a gastrectomia vertical ou o Sleeve não perdem a quantidade de peso que esperavam. E ainda 30% voltarão a ganhar todo o peso que tinham antes da cirurgia. A solução é voltar a fazer o acompanhamento com a equipe multidisciplinar e planejar a possibilidade de transformar a gastrectomia vertical em um bypass gástrico ou uma derivação biliopancreática com duodenal switch.

Não existe tratamento de argônio para Gastrectomia Vertical.


Resultado

SEU IMC ESTÁ ENTRE:

Menor que 17

Segundo a fórmula de Quetelet (IMC) seu peso está abaixo da normalidade. Muitas vezes é necessário complementar esta conta com um exame de bioimpedância. A bioimpedância é capaz de segmentar seu corpo calculando a quantidade de gordura e músculos. Na clínica dispomos deste exame em equipamento de última geração.

CLIQUE E VEJA MAIS

Entre 17 a 18.50

Segundo a fórmula de Quetelet (IMC) seu peso está abaixo da normalidade. Muitas vezes é necessário complementar esta conta com um exame de bioimpedância. A bioimpedância é capaz de segmentar seu corpo calculando a quantidade de gordura e músculos. Na clínica dispomos deste exame em equipamento de última geração.

CLIQUE E VEJA MAIS

Entre 18.5 e 25

Segundo a fórmula de Quetelet (IMC) seu peso está dentro da normalidade. Muitas vezes é necessário complementar esta conta com um exame de bioimpedância. A bioimpedância é capaz de segmentar seu corpo calculando a quantidade de gordura e músculos. Na clínica dispomos deste exame em equipamento de última geração.

CLIQUE E VEJA MAIS

Entre 25 e 29,99

Seu IMC representa o sobrepeso. Para esta faixa de excesso de peso, o tratamento é apenas clínico . Geralmente, mudanças nos hábitos alimentares com orientação nutricional e controle da ansiedade com acompanhamento psicológico e, algumas vezes, psiquiátrico é recomendado. E finalmente, não esquecer da importância da atividade física para ajudar a aumentar o gasto calórico, levando a uma perda de peso maior e duradoura.

CLIQUE E VEJA MAIS

Entre 30 e 34,99

Seu IMC representa uma Obesidade Grau I . Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica esta faixa de excesso de peso não poderá se beneficiar com a cirurgia. Atualmente o tratamento de escolha é o Balão Intragástrico associado à um acompanhamento mensal com equipe multidisciplinar. A aderência a este tratamento pode levar a perda de peso em média de 15 a 25 Kg em 6 meses.

CLIQUE E VEJA MAIS

Entre 35 e 39,99

Seu IMC representa uma Obesidade Grau II. Nesta faixa de peso, pessoas com doenças associadas à obesidade como pressão alta, diabetes ou pré-diabetes, doenças articulares ou de coluna, apnéia do sono grave, colesterol alto são indicativos de cirurgia bariátrica. Para saber se este é o seu caso precisa fazer exames específicos.

Você tem alguma doença associada ?

Sim                        Não

CLIQUE E VEJA MAIS

Maior que 40

Seu IMC representa Obesidade Mórbida. Atualmente não existe tratamento mais efetivo do que a cirurgia bariátrica para esta faixa de obesidade. A taxa de pacientes tratados clinicamente que voltam a engordar em dois anos com IMC acima de 40 chega a 92%.

CLIQUE E VEJA MAIS CLIQUE E VEJA MAIS